Os Pets melhoram a saúde mental das pessoas nas empresas


Que tal você estimular aquele seu cliente, dono de empresa, a criar um ambiente propício para seus Funcionários levarem seus Pets para a empresa. Que seja pelo menos 1 dia por semana. Benefícios reais precisam ser implementados na Sociedade e o Veterinário pode ser um forte influenciador sobre esse assunto.


Existem algumas iniciativas estruturadas. Vejam só:

National Take Your Dog to Work Day e Take Your Dog To Work Day e ainda Bring your Dog to Work Day


Veja também outros artigos desse Blog, relacionados com esse assunto:



Os Pets e saúde mental nas empresas


O tema em torno da saúde mental e como agir em prol dela, sobretudo no ambiente de trabalho, tem prevalecido midiaticamente, em veículos segmentados de negócio e gestão de pessoas. Especialmente no Brasil, país onde a cada dez brasileiros, nove possuem algum tipo de ansiedade.


E a estatística é ainda mais assustadora: dessa parcela, quase a metade – 47% – possui algum nível de depressão, de acordo com pesquisa divulgada pelo International Stress Management Association. Além de impactar negativamente a vida privada dessas pessoas, também abala as estruturas profissionais e dos negócios. Em 2018, o Ministério da Previdência Social havia divulgado que indivíduos com algum tipo de estresse ficavam até 100 dias longe do trabalho para buscarem tratamento.


Seja ansiedade, depressão, estresse ou síndromes como burnout, o fato é que as pessoas estão com algum tipo de problema que as afeta. Cientes disso, muitos gestores têm se preocupado em pensar em estratégias para ajudar colaboradores a enfrentar esses desafios. E a simples presença de pets nas empresas tem sido um dos recursos utilizados para deixar o ambiente menos pesado e mais alegre, além de auxiliar nas pausas tão necessárias que os colaboradores podem e devem fazer.


Conheça também outros Artigos desse Blog sobre esse assunto: O Efeito Pet: Saúde e Desenvolvimento de Crianças que convivem com animais O Efeito Pet: A saúde cardíaca das pessoas que possuem animais de estimação

O bem que os pets fazem no ambiente de trabalho


Não é só o grau de fofura que ajuda: está cientificamente comprovado que a presença e permanência de cachorros, gatos ou outro tipo de animal estimula as pessoas a se sentirem bem.


Em um estudo conduzido por especialistas da Clínica Médico-Psiquiátrica da Ordem, em Portugal, com a participação de 80 pacientes com distúrbio depressivo, 33 deles tiveram melhora significativa ao ter contato com pets, associado ao tratamento com terapia e medicamentos sob supervisão médica. Após 12 semanas, aproximadamente um terço deles não possuía mais sinais da doença.


Por conta de questões como essa, a presença de pets nos ambientes de trabalho vem sendo praticada há alguns anos, com direito até a data. Em 1999, a Pet Sitters International (Associação norte-americana com fins profissionalizantes) voltada para cuidadores de pets – criou o Take Your Dog to Work Day, ou Dia de levar seu cachorro para o trabalho, em tradução livre. Mas o que antes ficava restrito a um dia do ano, hoje passou a se tornar realidade em muitas empresas, principalmente nas startups.


Na Motoboy.com, por exemplo, um dos membros do nosso time é o Romero, um pug de quatro anos que é a alegria da equipe. Ele participa de vários momentos juntos com os colaboradores. Inclusive, percebemos que a presença dele tem proporcionado momentos de descontração, com a equipe querendo tirar fotos com ele, o abraçando e curtindo sua companhia, principalmente nos dias de maior estresse. Com certeza afeta positivamente a produtividade, ao mesmo tempo em que possibilita momentos de maior integração entre todos.


Outra empresa que resolveu adotar um pet pra chamar de seu é a Asaas. A cadelinha Asinha chegou na empresa há pouco tempo, mas já conquistou os colaboradores. Ela recebeu o cargo de Analista de Felicidade Jr., faz parte do organograma da empresa e tem até folha de pagamento. Os benefícios já foram sentidos logo nos primeiros dias da chegada da Asinha na fintech.


Lá, os colaboradores estão mais felizes, disputam a atenção da cadelinha e ainda esperam ansiosamente para poder levá-la para casa nos fins de semana. Além de promover o bem-estar dentro da empresa, a chegada da cadelinha foi uma maneira de incentivar a adoção de animais, uma das causas da empresa.


Para atrair e reter talentos, é preciso enxergar nos colaboradores mais que números ou funções, mas o ser humano que são. Incorporar ao dia a dia outro ser vivo, que se torna a alegria de todos, pode ser um fator para aumentar o sentimento de união em busca de um objetivo: manter o negócio no caminho certo.


Fonte:

Revista HSM Management, por Jonathan Pirovano (CEO da Motoboy.com) em 30/09/19



© 2020  |  direçãoVet Consultoria  |  política de privacidade  |  todos os direitos reservados.