Para que um Veterinário atinja metas não basta somente a disciplina


Quanto mais a meta ou objetivo estiver alinhado ao "desejo genuíno do Veterinário", ou seja, ao seu objetivo mais sincero - mais autêntica se torna a meta - e, portanto, maior o progresso. Dessa forma, maior será a probabilidade de êxito.


Esse é um dos motivos que uma grande parte das campanhas sazonais, como profilaxia dental, Março Amarelo, Outubro Rosa, Castração, Vacinação etc - não produzem resultados significativos. Pois muitos são os veterinários que não acreditam efetivamente em campanhas dessa natureza.


Portanto é de fundamental importância que Hospitais Veterinários e Clínicas Veterinárias determinem sim Plano de Metas. Mas, mais importante ainda é que esse Planejamento e definição de Metas seja desenhado em conjunto com quem vai persegui-las. Isso vai fazer com que a definição de metas se torne genuína.


Pessoas que atingem metas não são apenas autodisciplinadas


Você se lembra do “teste do marshmallow”, no qual as crianças recebiam um doce e podiam ganhar mais um se conseguissem esperar determinado tempo sem comer o primeiro? Esse experimento media o autocontrole, que tanto as pesquisas como a intuição sugerem ser vital para atingir metas. Um novo estudo mostra outro fator: o tipo de metas estabelecidas pelas pessoas que atingem a linha de chegada.

Confidencial, estruturado e amplo:

É assim o modelo de avaliação de pessoas da direçãoVet Consultoria. Pode ser aplicado em Hospitais e Clínicas Veterinárias de todo o Brasil.

Saiba mais:

Redes profissionais são críticas para o sucesso na carreira. Uma nova pesquisa comparou as redes de homens e as de mulheres, ambos os grupos com alto desempenho e descobriu uma diferença importante. O estudo baseou-se em 4,5 milhões de e-mails (mantidos no anonimato) trocados entre um subconjunto de alunos em fase de conclusão de um MBA numa das principais faculdades de administração dos Estados Unidos, em 2006 e 2007 — 728 pessoas ao todo, 26% mulheres. Identificando remetentes e destinatários e a frequência das mensagens, os pesquisadores mapearam cada rede dos alunos e avaliaram sua centralidade — ou seja, não apenas quantos contatos diretos cada aluno manteve, mas se esses contatos incluíam várias outras pessoas, o que forneceu um segundo nível de conectividade de um grupo maior. Os pesquisadores procuraram interações de alunos com seu “círculo interno” — seus dois a quatro contatos mais frequentes. Depois examinaram o desempenho de cada pessoa no mercado de trabalho depois da formatura, categorizando os dados segundo o GPA (equivalente a uma média das notas do Enem), resultados de testes, sociabilidade, país de origem e experiência profissional anterior.


Foram realizadas três pesquisas com mais de 800 participantes. Na primeira, eles listaram metas recentes, classificaram quanto elas condiziam com seu “verdadeiro eu” e indicaram seu progresso em relação a elas. Quanto mais uma meta se alinhava com sua identidade — o que os pesquisadores chamam de autenticidade da meta —, maior o progresso. Na segunda pe