Construir com investidor e alugar: possível estratégia de expansão física de hospitais veterinários

Muitas empresas, para aumentarem o seu lucro e diminuir os custos, precisam de imóveis com estruturas específicas e da forma mais enxuta possível. Para isto, há uma modalidade de contratos de aluguel, específicos para essa finalidade.


E essa já é uma realidade existente no Brasil para o setor de serviços veterinários. Ou seja, já é possível um Hospital Veterinário ou Clínica Veterinária partir para uma estrutura ainda maior e melhor, por meio dessa expansão física do imóvel. E sendo financiada por Investidores.


Nessa modalidade um investidor assume o investimento pela aquisição do terreno e pela construção também. O terreno é escolhido pelo veterinário empresário que planeja também o formato/layout da construção. Após isso o investidor constrói de acordo com os desejos e necessidades do estabelecimento veterinário. O Investidor, portanto, assume o papel de "locador" e o veterinário empresário assume o papel de "locatário".


Esse conceito significa "Construção para servir". Isto é, ele é feito para as necessidades do locatário.


Tal modalidade já existe há muitos anos. Iniciou-se com as necessidades de expansão de Redes de Supermercados que desejavam expandir geograficamente e não desejavam realizar investimentos em aquisição do terreno e da construção dos supermercados novos. Eles apenas desejavam manter seus recursos financeiros para aquisição de produtos para venda. Desse modo, viabilizavam parcerias de longo prazo com investidores, que assumiam o papel de investir pela compra dos terrenos (escolhidos pelas Redes de Supermercado) e pelos investimentos da construção (de acordo, novamente, pelo desejo das Redes de Supermercados). Como esse modelo evoluiu consideravelmente, hoje em dia, é utilizado por Redes Bancárias, Redes de Farmácia, Igrejas etc. Esse modelo de expansão, inclusive, já está sendo utilizado por alguns poucos Hospitais Veterinários e Redes de Pet Shop.


A vantagem para o Investidor é conseguir alocar seu investimento em uma modalidade de longo prazo, pois geralmente esses contratos de locação são de períodos longos.


A vantagem para o Empresário Veterinário é conseguir alocar "sua poupança", acumulada durante muito tempo, para a aquisição de equipamentos médicos modernos, novas estruturas internas de serviços dentro do Hospital etc - ao invés de alocar "sua poupança" para a aquisição de terrenos e para a construção do novo estabelecimento veterinário. Dessa maneira, a expansão pode evoluir ainda mais rápido.


No geral, esse modelo é ideal para empresas que não querem se adaptar aos imóveis que estão disponíveis no mercado, mas sim, ter um imóvel que seja adaptado para a exigência do seu negócio.



Como funciona isso?


Por definição, trata-se de uma modalidade de operação imobiliária que pode ser traduzida como construção sob medida.


Ele se constitui em um contrato pelo qual um investidor viabiliza um empreendimento imobiliário segundo os interesses de um futuro usuário.


Esse usuário irá utilizá-lo por um período pré-estabelecido, garantindo o retorno do investimento e a remuneração pelo uso do imóvel.


Isso acontece porque, embora existam ofertas disponíveis no mercado imobiliário, muitas vezes não se mostram adequadas às necessidades de quem precisa.


Normalmente, esses empreendimentos são caracterizados pelos seguimentos comerciais, industriais e de serviços.